quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Igreja Pentecostal do Poder de Deus
Com Pastores Humberto e Rosangela

Campanha de Libertação 1 – Cura Interior

Introd. Seria a cura das memórias que ferem a alma. Seria uma completa libertação dos poderes das trevas. A cura da Alma é necessário, pois tem sido uma das maiores portas que o inimigo tem usado. Ministrando miséria espiritual (tristeza, angústia, cadeias, frustrações...)
 Precisamos curar nossas Emoções, nossa Alma.
 As lembranças amargas não serão apagadas pelo E.S., mas elas serão curadas para que essas lembranças já não cativem mais.
1.) Jesus voltará para uma Igreja Conservada Sã no Corpo, Alma e Espírito
• 1Tes.5:23 – O homem foi criado perfeito nas 3 áreas de sua vida. O homem recebeu saúde física, saúde no espírito e precisa também de saúde da Alma. Deus quer restaurar a imagem dele no Homem e Deus não tem: medo, auto-acusação, não se esconde, não tem complexos, inveja, etc...

• A Alma  É a parte que Satanás mais domina o homem. É na alma que está os sentimentos, emoções, as memórias onde todos os fatos estão registrados, e tudo que marcou negativamente esta vida desde quando nasceu.
2.) Quando o pecado entrou no mundo
 O pecado destruiu a beleza e perfeição da criação: AS CONSEQUÊNCIAS FORAM:
a) Espírito (pneuma) - Ficou “como morto” (afastado de Deus)
b) Alma (psiquê) – Gen. 3:8-13 – Aparecem as primeiras doenças da alma: VERGONHA, INSEGURANÇA, MEDO, CULPA, IRRESPONSABILIDADE, COMPLEXOS, FUGA )
c) Corpo (soma) – Gen.3:16-19 – Sofrimento, fadiga, doenças e morte
 O homem passou a ser cativo de Satanás. Começa a agir agora conforme sua visão distorcida. O Espírito de Deus já não controla mais o homem.
3.) A Igreja Hoje
 Infelizmente durante séculos a igreja somente se preocupou com o Corpo e Espírito do Homem, porém Jesus veio para nos dar vida e vida com abundância.
 Enquanto não houver cura da Alma, as pessoas mesmo que nas igrejas, continuarão a sofrer, entrarão sob influência de suas memórias amargas.
4. ) Plano de Deus para Sua Vida (Is. 61:1-3)
 É perfeito, veja que é profético sobre: o espírito alma e corpo.
a) ESPÍRITO : RECRIADO
b) ALMA : RESTAURADA
c) CORPO: LIBERTO DAS ENFERMIDADES
 É engano pensar que isto acontece de repente na vida da pessoa, é um processo. Na conversão apenas o espírito é recriado imediatamente. O E.S. vem morar no espírito do homem.
 O homem volta a Ter comunhão com o Criador por causa do E.S. que agora habita no homem.

Conclusão: Vamos pedir a Deus que este processo de libertação ocorra em nossas vidas durante estas próximas 7 semanas. Diga: QUERO TER UMA VIDA ABUNDANTE... LIBERTA...

quarta-feira, 20 de abril de 2011

Apocalipse


APOCALIPSE 6 - OS SETE SELOS: A PRIMEIRA QUARTA PARTE DA TRIBULAÇÃO
Vi quando o Cordeiro abriu um dos sete selos e ouvi um dos quatro seres viventes dizendo, como se fosse voz de trovão: Vem!
Vi, então, e eis um cavalo branco e o seu cavaleiro com um arco; e foi-lhe dada uma coroa; e ele saiu vencendo e para vencer.
Quando abriu o segundo selo, ouvi o segundo ser vivente dizendo: Vem!
E saiu outro cavalo, vermelho; e ao seu cavaleiro, foi-lhe dado tirar a paz da terra para que os homens se matassem uns aos outros; também lhe foi dada uma grande espada.
Quando abriu o terceiro selo, ouvi o terceiro ser vivente dizendo: Vem! Então, vi, e eis um cavalo preto e o seu cavaleiro com uma balança na mão.
E ouvi uma como que voz no meio dos quatro seres viventes dizendo: Uma medida de trigo por um denário; três medidas de cevada por um denário; e não danifiques o azeite e o vinho.
Quando o Cordeiro abriu o quarto selo, ouvi a voz do quarto ser vivente dizendo: Vem!
E olhei, e eis um cavalo amarelo e o seu cavaleiro, sendo este chamado Morte; e o Inferno o estava seguindo, e foi-lhes dada autoridade sobre a quarta parte da terra para matar à espada, pela fome, com a mortandade e por meio das feras da terra.
Quando ele abriu o quinto selo, vi, debaixo do altar, as almas daqueles que tinham sido mortos por causa da palavra de Deus e por causa do testemunho que sustentavam.
Clamaram em grande voz, dizendo: Até quando, ó Soberano Senhor, santo e verdadeiro, não julgas, nem vingas o nosso sangue dos que habitam sobre a terra?
Então, a cada um deles foi dada uma vestidura branca, e lhes disseram que repousassem ainda por pouco tempo, até que também se completasse o número dos seus conservos e seus irmãos que iam ser mortos como igualmente eles foram.
Vi quando o Cordeiro abriu o sexto selo, e sobreveio grande terremoto. O sol se tornou negro como saco de crina, a lua toda, como sangue,
as estrelas do céu caíram pela terra, como a figueira, quando abalada por vento forte, deixa cair os seus figos verdes,
e o céu recolheu-se como um pergaminho quando se enrola. Então, todos os montes e ilhas foram movidos do seu lugar.
Os reis da terra, os grandes, os comandantes, os ricos, os poderosos e todo escravo e todo livre se esconderam nas cavernas e nos penhascos dos montes
e disseram aos montes e aos rochedos: Caí sobre nós e escondei-nos da face daquele que se assenta no trono e da ira do Cordeiro,
porque chegou o grande Dia da ira deles; e quem é que pode suster-se?
O CONTEXTO DE APOCALIPSE 6
Ao nos aproximarmos de Apocalipse 6, podemos nos dar conta de que chegamos ao núcleo do livro de Apocalipse. Fatos começam a desencadear-se a partir dos céus e atingem a terra. Isso ocorre ao mesmo tempo em que João contempla o Senhor Jesus Cristo, o Cordeiro, o Único digno de abrir o livro com sete selos.

Mediante a abertura de cada selo de julgamento, deflagra-se uma tragédia na terra. Tais eventos confirmam que Apocalipse 6 acontecerá durante o período de Tribulação. É a septuagésima semana, profetizada por Daniel, que se inicia. Serão os sete piores anos da história da humanidade.

Por isso, é muito importante situarmos Apocalipse 6 corretamente na linha do tempo antes de seguirmos adiante. Recomendamos que vocês estudem os seguintes pontos antes de continuarmos:

O Período de Tribulação
A explicação dos sete anos de Tribulação
A cronologia do livro de Apocalipse não é sequencial (capítulo por capítulo). Por exemplo, no capítulo 12, há uma quebra na sequência e João narra um resumo da história desde o nascimento de Jesus até o fim dos tempos. Também é importante notar que há sobreposição de eventos neste e no próximo capítulo. Por isso, a sequência não é de todo linear, e necessitamos ter em mente a linha do tempo para não nos perdermos acerca de quando os fatos ocorrem.

O Julgamento dos Selos ocorrem mais especificamente na primeira quarta parte dos sete anos de Tribulação.

Veja também: O Julgamento dos Selos

"Vi quando o Cordeiro abriu um dos sete selos e ouvi um dos quatro seres viventes dizendo, como se fosse voz de trovão: Vem! Vi, então, e eis um cavalo branco e o seu cavaleiro com um arco; e foi-lhe dada uma coroa; e ele saiu vencendo e para vencer."
Imediatamente após Jesus abrir o primeiro selo nos céus, aparece na terra o primeiro dos quatro cavaleiros do Apocalipse. Este primeiro cavalo (branco) representa o anticristo. Não é o mesmo cavalo branco em que Jesus vem montado na ocasião do seu Aparecimento Glorioso, em Apocalipse 19. Definitivamente são contextos diferentes.

A ascensão do anticristo será favorecida com o cenário político-econômico atual. A ONU simplesmente não é mais respeitada pelas nações. Cada nação segue seu curso independemente de respeitar as vizinhas. Um exemplo de como o mundo está clamando por um líder mundial ocorreu no momento da posse do presidente Barack Obama. Obviamente não estamos dizendo que Obama seria o anticristo, mas o que vimos em sua posse confirma que a reação da população mundial à chegada do anticristo será muito similar, confirmando a profecia bíblica de que ele será adorado.

Obama foi ovacionado, comemorado ao redor do mundo como a ideal esperança da liderança mundial. Alguns telejornais se referiam a ele como "o salvador do mundo", o que é assustador. Exatamente assim será a recepção do anticristo por parte da população mundial. o que facilitará sua rápida ascensão. O anticristo será adorado, a ponto de usurpar a posição de Messias que só pode ser dada a Jesus Cristo. Por isso Apocalipse 6:1 diz que ao cavaleiro do cavalo branco foi "dada uma coroa, e ele saiu vencendo e para vencer."

"Quando abriu o segundo selo, ouvi o segundo ser vivente dizendo: Vem! E saiu outro cavalo, vermelho; e ao seu cavaleiro, foi-lhe dado tirar a paz da terra para que os homens se matassem uns aos outros; também lhe foi dada uma grande espada."
O cavalo vermelho representa uma guerra de grandes proporções, muito provavelmente uma Terceira Guerra Mundial. Isso porque o cavalo vermelho consegue "tirar a paz da terra para que os homens se matassem uns aos outros". Esta guerra será provocada porque nem todos os líderes mundais cederão facilmente o seu controle ao anticristo. Por isso, estas nações preferirão guerrear até a morte a simplemente a submeterem-se passivamente ao governo do anticristo.

Dar uma espada, na Bíblia, muitas vezes é uma forma de dizer que se dá a autoridade a alguém. No caso, a autoridade mundial é dada ao anticristo.

"Quando abriu o terceiro selo, ouvi o terceiro ser vivente dizendo: Vem! Então, vi, e eis um cavalo preto e o seu cavaleiro com uma balança na mão. E ouvi uma como que voz no meio dos quatro seres viventes dizendo: Uma medida de trigo por um denário; três medidas de cevada por um denário; e não danifiques o azeite e o vinho."
Este cavalo representa a inflação incontrolável por causa da guerra. Alguns teólogos concordam que o cavalo preto possa representar também a fome causada pela guerra. A palavra "denário" (em outras traduções "dinheiro") significa o salário diário, nos tempos bíblicos, para o mínimo de subsistência. Equivale ao nosso salário mínimo dos tempos de hoje - que nem sempre garante necessariamente a subsistência.

Quando o versículo 6 diz: "Uma medida de trigo por um denário [um salário de um dia de trabalho], e três medidas de cevada por um denário; e não danifiques o azeite e o vinho." (AMP) significa que o dinheiro das pessoas vai valer muito pouco, e que para se comprar o mínimo, será necessário todo o salário, devido à inflação alta provocada pela guerra mencionada em Apocalipse 6:4-5.

Somente como informação histórica, o azeite e o vinho, no tempo bíblico, eram produtos caríssimos. Somente os ricos tinham acesso a grandes quantidades destes produtos. O fato do versículo 6 dizer para não se danificar o azeite e o vinho, pode muito bem indicar que os produtos dedicados aos ricos não serão afetados pela inflação e pela guerra. Como sempre, quem sofrerá com a guerra serão as pessoas comuns.

"Quando o Cordeiro abriu o quarto selo, ouvi a voz do quarto ser vivente dizendo: Vem! E olhei, e eis um cavalo amarelo e o seu cavaleiro, sendo este chamado Morte; e o Inferno o estava seguindo, e foi-lhes dada autoridade sobre a quarta parte da terra para matar à espada, pela fome, com a mortandade e por meio das feras da terra."
Esse cavalo representa a morte. A cor amarela, pálida, confirma a própria descrição do cavalo no versículo 7. Toda guerra obviamente gera morte. Entretanto, o pós-guerra provocado pelos cavalos anteriores contribuirá para o cenário de mortandande.

A taxa de mortalidade até este momento da Tribulação será absurda: tomando como base que somos, hoje, em 6 bilhões de habitantes mundiais, e sem considerar quantas pessoas seriam arrebatadas antes do início da Tribulação, um quarto de toda população mundial (1,5 bilhão de pessoas) morrerá " à espada" (durante a guerra) ou "por meio das feras da terra" (ficarão ao relento e sofrerão ataques até dos animais da terra).

O versículo também diz que "sendo este chamado Morte; e o Inferno o estava seguindo". Isso pode até mesmo sugerir que o Inferno tenha esta mesma cor amarela, pálida, tal como esse cavalo.

"Quando ele abriu o quinto selo, vi, debaixo do altar, as almas daqueles que tinham sido mortos por causa da palavra de Deus e por causa do testemunho que sustentavam. Clamaram em grande voz, dizendo: Até quando, ó Soberano Senhor, santo e verdadeiro, não julgas, nem vingas o nosso sangue dos que habitam sobre a terra? Então, a cada um deles foi dada uma vestidura branca, e lhes disseram que repousassem ainda por pouco tempo, até que também se completasse o número dos seus conservos e seus irmãos que iam ser mortos como igualmente eles foram."
Este selo mostra os mártires, ou seja, aqueles que morreram por Cristo durante a Tribulação. Eles fazem parte da colheita de almas que acontecerá durante a Tribulação. Estes crentes até então seriam evangelizados principalmente pelas 144 mil testemunhas de Apocalipse 7.

O anticristo perseguirá e matará quantos cristãos ele puder durante seu governo mundial. Todos que morrerem durante a Tribulação, por darem testemunho verdadeiro de Jesus, "por causa da palavra de Deus e por causa do testemunho que sustentavam", serão feitos mártires nos céus.

Esses mártires clamam por justiça diante do Trono de Deus: "Até quando, ó Soberano Senhor, santo e verdadeiro, não julgas, nem vingas o nosso sangue dos que habitam sobre a terra?". Apesar do clamor, o período de Tribulação comprirá sua duração prevista na profecia bíblica e seguirá seu curso até o final, "até que também se completasse o número dos seus conservos e seus irmãos que iam ser mortos como igualmente eles foram". Será o período de maior crueldade contra os cristãos, mas a esses que clamam por justiça é pedido que "que repousassem ainda por pouco tempo", até que o Período de Tribulação seja completado.

"Vi quando o Cordeiro abriu o sexto selo, e sobreveio grande terremoto. O sol se tornou negro como saco de crina, a lua toda, como sangue, as estrelas do céu caíram pela terra, como a figueira, quando abalada por vento forte, deixa cair os seus figos verdes, e o céu recolheu-se como um pergaminho quando se enrola. Então, todos os montes e ilhas foram movidos do seu lugar. Os reis da terra, os grandes, os comandantes, os ricos, os poderosos e todo escravo e todo livre se esconderam nas cavernas e nos penhascos dos montes e disseram aos montes e aos rochedos: Caí sobre nós e escondei-nos da face daquele que se assenta no trono e da ira do Cordeiro, porque chegou o grande Dia da ira deles; e quem é que pode suster-se? "
Este selo, assim que é aberto, dispara uma séries de catastrófes na terra. O primeiro deles é um terremoto gigantesco, em nível mundial, indicando que chegou o grande dia da ira de Deus. A violência do terremoto será tamanha que até montes e ilhas se movem de seus lugares originais. Vimos exatamente isso acontecer na ocasião do tsunami provocado pelo megaterremoto em dezembro de 2004 na Tailândia. A intensidade do movimento das placas tectônicas foi tão grande que houve um ligeiro deslocamento da latitude e longitude de algumas ilhas da região. Houve, na realidade, um deslocamento de alguns metros das ilhas da região no pós-terremoto (clique aqui para mais detalhes).

Além disso, o sexto selo indica que haverá enegrecimento nos céus, a lua tornar-se-á em cor de sangue (cumprindo Joel 2:31) e que estrelas (muito provavelmente meteoritos) cairão sobre a terra, provocando destruição.

A passagem diz também que "os reis da terra, os grandes, os comandantes, os ricos, os poderosos e todo escravo e todo livre se esconderam nas cavernas e nos penhascos dos montes e disseram aos montes e aos rochedos: Caí sobre nós e escondei-nos da face daquele que se assenta no trono e da ira do Cordeiro, porque chegou o grande Dia da ira deles; e quem é que pode suster-se?". Em outras palavras, as pessoas terão plena consciência de que estarão vivenciando o período de Tribulação. O mundo saberá que estará debaixo de juízo divino nessa ocasião. E sabem muito bem que o juízo vem de Deus Pai e de Jesus Cristo, porque se referem aos autores do juízo como a "face daquele que se assenta no trono" e a "ira do Cordeiro".

sábado, 5 de fevereiro de 2011

Vencendo as tentações


Vencendo as tentações

Eu quero trazer uma palavra sobre um assunto que atinge todos os seres humanos evangélicos, não evangélicos muito santo, pouco santo, toda pessoa que vive dentro de um padrão de normalidade de um ser humano sofre isso que eu vou falar, eu quero falar de um assunto que é peculiar a vida diária em cada um de nós Vencendo as tentações.

Evangelho de Mateus cap 4 – Vamos falar sobre as tentações de Jesus.

Algumas considerações iniciais sobre a questão da tentação, a 1ª tem a ver com o texto, Jesus foi tentado na forma humana, isso para tirar qualquer dúvida de alguém que queira questionar que Jesus foi tentado na exclusivamente forma divina e por isso Ele venceu o diabo, a prova de que Jesus foi tentado da forma humana é que no final de 40 dias e 40 noites Ele teve fome, fome é um dos instintos mais veementes do ser humano evidente que Jesus fez jejum de comida que quem faz jejum de 40 dias e 40 noites e não bebe líquido morre desidratado, então Jesus não se alimentou ele apenas bebia água para não ficar desidratado e por isso que o texto diz que ele não teve sede, Ele teve fome.
A 2ª consideração que eu quero fazer acerca de tentação, é que a tentação pertence à natureza humana do homem. I Coríntios 10:13. a - Não veio sobre vós tentação, senão humana;

A 3ª colocação que eu quero fazer é que a tentação esta ligada ao que causa desejo na natureza humana e desperta vontade.
A 4ª consideração que eu quero fazer sobre a questão da tentação ou tentações é que a tentação não é pecado, não precisa pedir perdão porque esta sendo tentado, a bíblia mostra onde é que começa o pecado. Tiago 1:14 e 15.Mas cada um é tentado, quando atraído e engodado pela sua própria concupiscência.Depois, havendo a concupiscência concebido, dá à luz o pecado; e o pecado, sendo consumado, gera a morte.
O texto mostra cada um é tentado quando é atraído, eu não disse que a tentação é aquilo que desperta vontade que causa desejo, então você é atraído agora até aí tudo bem, agora onde começa o processo do pecado, envolvido pela sua própria cobiça, havendo a cobiça concebido, aqui começa o pecado, quando você concebe, maquina, introjeta, alimenta na sua mente no seu coração da luz ao pecado, o pecado sendo consumado gera a morte. Exemplo prático, você ta duro que dá dó, aí aqui tem o dinheiro, aí você passa vê o dinheiro puxa vida resolvi o meu problema, mas não é meu, ok olhou foi tentado ta precisando de dinheiro, agora você vem de novo caramba o dinheiro! isso resolvia meu problema é resolve mesmo, acho que vou pegar esse dinheiro, ôpa eu já concebi, já começou a brotar o pecado, até eu passar o dinheiro me atrair e eu dizer pôxa isso aí podia até resolver meu problema, é uma historia, na hora que eu digo é... esse dinheiro aí podia resolver meu problema vou pegar esse dinheiro, eu já concebi ainda não pequei mas já concebi o pecado já brotou ai eu vou consumir o pecado eu vou pegar, já estou num processo de morte espiritual, então a tentação não é pecado mas ela pode levar você se você alimentar aquilo que esta te atraindo ao pecado, uma outra verdade que eu quero deixar sobre a questão da tentação é que Deus não tenta ninguém, Tiago 1:13 diz: Ninguém, sendo tentado, diga: De Deus sou tentado; porque Deus não pode ser tentado pelo mal, e a ninguém tenta.
A 6ª verdade que quero falar sobre a questão da tentação é que: ninguém é tentado acima do que pode. Vamos voltar I Coríntios 10:13: Não veio sobre vós tentação, senão humana; mas fiel é Deus, que não vos deixará tentar acima do que podeis, antes com a tentação dará também o escape, para que a possais suportar.

Mas pastora porque eu caí, porque eu pequei? Porque você quis. Ninguém é tentado acima do seu limite, então porque caiu? porque pecou? Porque deu vasão, porque quis porque teve vontade e você toma suas decisões.

Tentações!


A outra verdade sobre as questões que envolvem as tentações é que: Satanás joga pesado pra levar você a dar um passo depois da tentação. É o que nós vamos ver aqui com Jesus. Agora antes da gente ver como é que o diabo trabalha nesse processo da tentação eu queria te dizer algumas estratégias que usa na tentação ele trabalha nessa área pra ver se atrai a mim e a você pra ver se desperta algum interesse para nos envolver pra concebermos o pecado gerarmos o pecado. Algumas estratégias dele você precisa esta atento.
1º Satanás quando ataca, ele ataca com força total não pense que o Diabo vem pra brincar não ele quando ataca pra arrebentar, no caso de Jesus foi ele veio pessoalmente, o próprio Lúcifer diretamente pra tentar derrubar Jesus satanás quando ataca ele ataca com a força máxima.
2º Uma outra estratégia que satanás utiliza na questão das tentações ele adora jogar pesado quando agente está sozinho, não tem pastor, não tem pai, não tem mãe, não tem mulher, não tem filho, não amigo. Quando você esta sozinho. Satanás esperou Jesus esta sozinho, cuidado, muito cuidado, não tem ninguém pra te censurar, não tem ninguém te ajudar, não tem ninguém pra da mão a você, cuidado abre o olho. Ele joga pesado nesta área.
3º Na questão das tentações ele gosta de utilizar sofismo, são argumentos aparentemente válidos não conclusivos e quem os utiliza, utiliza de má fé, foi o que o diabo fez, o diabo até citou a bíblia pra Jesus, o diabo até citou texto pra Jesus, mas ele não o objetivo de trazer a verdade da palavra, ele usou aquilo apenas uma parte da palavra, apenas onde interessava, ele faz isso ele usa alguma verdade aparente não conclusiva pra tentar nos enganar pra tentar nos derrubar.
4º Sobre a estratégia de satanás e a questão das tentações, ele chega na hora que agente tiver mais fragilizado, o diabo tem um ardil psicológico tremendo ele vê qual é a área que você esta mais fragilizada é a hora que ele chega e nos vamos vê isso na tentação de Jesus. 1º ataque de satanás a CARNE, que é que é carne? A natureza humana, Jesus jejuou 40 dias 40 noites tava com a fome danada, o Diabo olha vê Jesus na hora da sua maior fragilidade e ele tenta trazer uma saída e uma solução pra sua fragilidade: se tu és o filho de Deus transforma estas pedras em pães. Eu quero dizer pra você que satanás não tem solução definitiva pra ninguém, porque se Jesus transformasse as pedras em pães daqui a algumas horas sentiria fome de novo. O diabo só tem solução aparente, agora você tem que tomar cuidado porque ele chega na hora que você esta fragilizado. Eu quero falar algumas coisas aqui em tese: Por exemplo, uma mulher nova 23 24 25 anos, mulher nova bonita, abandonada pelo o marido, esta emocionalmente fragilizada, e o diabo sabe, aí o diabo pega um filho dele, um filho do inferno, a pessoa esta fragilizada emocionalmente fragilizada aí chega um filho do capeta, filho do inferno pra colar do teu lado, ele não quer nada com você, ele chega naquela hora da fragilidade, olha aí sabia que você é a mulher mais linda desse lugar? Ele chega no momento da maior fragilidade. Cuidado na hora da sua maior fragilidade da sua natureza o diabo pode chegar, empreende um jogo de sedução, ele quer nos seduzir, ele utiliza seus elementos pra nos tentar a fim de nos derrubar, irmãos tudo que é da natureza humana a bíblia manda fugir I Coríntios 6:18 Fugi da prostituição. II Temóteo 2:22 Foge dos desejos da mocidade. Tudo que é da minha carne, saia pela tangente, o que me atrai esta aqui, vou lá, se o que me atrai esta ali, venho pra cá. Tudo o que estiver atraindo a tua natureza cai fora. Não tem pastor, não tem grande pregador. Irmãos, o homem no Antigo Testamento com a demonstração mais visível e poderosa do E. S. no A.T foi Sanção, foi brincar com a carne, com sua natureza, se arrebentou todo. É porque tenho poder aleluia. Vigia. Vigiar e orar.

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

:¦:--:¦:--:¦:Agradecendo :¦:--:¦:--:¦:




:¦:--:¦:--:¦:Agradecendo :¦:--:¦:--:¦:


Ontem,meu aniversário,dia de celebração da minha vida.
Hj é meu ano novo,mais um ciclo se inicia mais coisas a aprender,mais conquistas e crescimento,.
Feliz por mim mesma,não apenas por motivos externos quaisquer. Feliz por estar aqui, por ter controle da minha vida.
Eu sei dos meus desejos, metas, o que quero (e o que não quero), o que me faz feliz, o que me dói.
E tenho os que me amam ao meu lado e isso é motivo para estar bem.
Todos os que me cercam, me amam me afagam, simplesmente deixam minha vida ainda mais bonita.
Eles são tantos! Como agradecer?
Agradeço amando, sorrindo e oferecendo o que tenho de melhor...meu amor completo e irrestrito aos que sabem retribuir, aos que sabem receber esse amor sem tamanho . Obrigado por estar aqui nesse novo ciclo da minha vida que se inicia, viu.
Sinto-me "especial" por ter o seu carinho e por poder dar (ou tentar dar!) o melhor de mim, a cada dia.
Ah, nem sei como agradecer tantos e-mails, telefonemas, mensagens no celular, e os que estiveram pessoalmente me afagando.
Sinta no meu abraço, o meu desejo que saiba o quanto valorizo nossa amizade.
QUE DEUS ABENÇÔE A TODOS VOCÊS MEUS LINDOS AMIGOS(AS).

Beijo meu!