quarta-feira, 25 de julho de 2007

Uzá foi fulminado por Deus?




Era um dia de grande alegria em Israel. "Davi e todo o Israel alegravam-se perante Deus, com todo o seu empenho; em cânticos, com harpas, com alaúdes, com tamboris, com címbalos e com trombetas" (1 Crônicas 13:8). Depois de mais de 40 anos de desprezo, a arca de Deus estava voltando para ficar novamente no meio do povo de Israel (1 Crônicas 13:1-3; 1 Samuel 4:1-11). Mas, no pique da celebração e festim, os bois que puxavam a arca em seu carro novo tropeçaram. Para evitar que a santa arca caísse no chão, Uzá estendeu a mão e a segurou. Com isso, ele morreu, castigado pela ira do Senhor. O dia de alegria tornou-se dia de grande tristeza e luto.
O que aconteceu de errado para que se acendesse a ira do Senhor contra este "bom homem" que simplesmente tentava proteger a santidade da arca de Deus?
Você sabia que a arca da aliança, foi o primeiro capacitor de energia feito por mãos humanas... por isso podia matar eletrocutado...?
Adriano Bizerra, um grande amigo que mora na Rússia, cientista, médico, engenheiro, psiquiatra e evangélico.
Ele diz o seguinte: Existe uma lei física que diz o seguinte: Sempre que houver um material condutor de energia, este gerará uma força perpendicular a sua circunferência de forma diretamente proporcional a corrente elétrica que por aí passa gerando o que chamamos de campo eletromagnético. O inverso é verdadeiro.
Sabemos que uma das forças que existe em nosso mundo é a força eletromagnética onde seus pólos estão quase nos pólos geográficos da terra.
Isto gera uma força chamando energia eletrostática.
Esta vai depender muito das localizações geográficas e climáticas.
Ou seja, a partir desta pode-se conseguir energia elétrica.
Um exemplo desta interação é o que acontece em uma usina hidroelétrica as águas rodam umas pás e estas pás estão circundadas por fios enrolados como uma bobina, gera-se então um campo eletromagnético e este faz com que apareça energia elétrica no fio condutor.
Assim é que se aparece a nossa energia aqui no nordeste do Brasil.
Ao ser construída réplicas da arca foram submetidas a testes em universidades, isto está documentado ela tem a forma de um imenso capacitor de energia eletrostática.
Vai armazenando energia e quando há um contato direto dela com o chão vira um material condutor a transmissão de energia elétrica com a carga igual a de um raio, a arca estava andando pelo deserto, armazenando energia eletrostática em cima de uma carroça de madeira, que é um material isolante, quando ela foi cair, o homem tocou nela e colocou o pé no chão.
O homem conduz energia elétrica então, uma quantidade de energia que estava lá armazenada com uma voltagem semelhante a um raio, o atravessou e dirigiu-se a terra deve ter havido uma explosão como um raio.
Seu coração parou, e deve ter ficado tostado, queimado.
Uma cena impressionante para a época.
A arca funciona como uma imensa bateria, e a origem de sua energia é a eletrostática.
Já ouviu falar de pessoas que levam choque ao sair do carro?
Por isso que não se pode usar telefones celulares em postos de gasolina...
Se cair o fio em um carro, e a pessoa não descer não haverá nada, pois os pneus são isolantes elétricos. Mas se a pessoa descer do carro leva um choque.
Por exemplo, a bateria de um carro, a energia é originada pela energia química que é transformada em energia elétrica.
No caso da Arca da Aliança, a energia eletrostática, era transformada em energia elétrica.
No caso de Uzá, foi à mão de Deus? Ou uma fatalidade? O rapaz estava tão bem intencionado!
Mas o que havia no coração dele? Pra que ele estivesse exatamente ali naquele momento, o que ele estava pensando? Não devemos julgar, os desígnios de Deus a Ele cabe.
Depois falaremos mais sobre isso e outras questões polêmicas como: A travessia do Mar Vermelho. O fogo em Sodoma e Gomorra, as águas do Mar Morto (são as do dilúvio). As muralhas de Jericó. Sobre a formação do homem Adão, os quatro rios do Edem.
Abraço fraterno
Rosangela Colares

2 comentários:

Jonatas disse...

Deus age de diversas maneiras, o tropeço dos animais pode ter sido a verdadeira ação de Deus.

Anônimo disse...

Jonatas

Muito Obrigada!!!

Por sua participação.